21 Outubro, Quinta, 2021
A- A A+

Solenidade marca posse do Conselho Municipal dos Usuários do Transporte Coletivo

Serviço visa estimular a participação da população na elaboração de políticas públicas para o setor
foto03 Posse de integrantes do Conselho Municipal dos Usuários do Transporte Coletivo 20out21 Tetê Viviani 2.jpg

 


Na noite desta terça-feira (19), a sala de reuniões da Prefeitura sediou a solenidade que marcou a posse do Conselho Municipal dos Usuários do Transporte Coletivo do Município de Araraquara, que visa a participação da sociedade organizada, em especial dos usuários do transporte público, no processo de planejamento e gestão desse serviço, para seu constante aperfeiçoamento. Em virtude da pandemia da Covid-19, a atividade contou com público reduzido e seguiu todos os protocolos de segurança preconizados pelo Comitê de Contingência do Coronavírus. A população pôde acompanhar ao vivo em transmissão na página da Prefeitura no Facebook, onde o vídeo se encontra disponível para visualização.

O conselho foi instituído pela Lei nº 5.684, de 27 de setembro de 2001, e reformulado pela Lei nº 9.459, de 4 de fevereiro de 2019. Com a reformulação, ficou criada a Conferência Municipal do Transporte Coletivo para a elaboração do Plano Municipal de Políticas Públicas para os Usuários do Transporte Coletivo. Também com a reformulação, foram criados 12 conselhos regionais e 28 conselhos sub-regionais, respeitando-se a representatividade regional do Orçamento Participativo. O órgão é composto por 30 integrantes, sendo 9 representantes do poder público e 21 representantes da sociedade civil. Os integrantes têm mandato de dois anos, sendo permitida uma única recondução, e não recebem remuneração.

O vice-prefeito e secretário do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Damiano Neto, que representou o prefeito Edinho na cerimônia, destacou a importância do conselho na criação de políticas de melhoria de qualidade do serviço. "Tudo que é feito em consenso, em conjunto, facilita para se chegar a um denominador. É claro que questões como preço e serviços são levados em consideração, por isso é muito bom o engajamento de vocês", citou. "É uma obrigação nossa atender a população. É o nosso objetivo, é o nosso governo, é a nossa condição. E vocês que estão utilizando o transporte público vão dizer como está a situação do transporte público. São pessoas que estão utilizando no dia a dia e nada mais justo vocês discutirem isso em conjunto com o governo. Deixo meus parabéns aos que estão saindo, aos que estão entrando, e espero que continuem colaborando conosco. Bom trabalho a todos", discursou.

A secretária de Direitos Humanos e Participação Popular, Amanda Vizoná, vê a atuação do conselho ainda mais necessária nos dias atuais. "É com muita alegria que estamos aqui dando posse a esse conselho que precisa muito atuar, justamente porque enfrentamos um momento na cidade de Araraquara, e no país como um todo, em que o transporte público, enquanto direito, é colocado em questão. Precisamos de um conselho fortalecido, com pessoas que compreendam seu poder de participação, seu poder como cidadão e cidadã, para levarmos nossas demandas à frente", mencionou.

O diretor presidente da Controladoria do Transporte de Araraquara (CTA) e coordenador de Mobilidade Urbana, Nilson Carneiro, falou sobre o desafio de atender as solicitações para oferecer um serviço de qualidade à população. "A população conhece, sabe qual é o ônibus que está em seu bairro, qual é o número do ônibus, sabe o tipo de carroceria e o tipo de equipamento que serve aquele bairro. Então temos uma sociedade bastante exigente e isso é importante. Ela nos cobra e nós temos que correr para dar as respostas. Fizemos muitas reuniões e praticamente conseguimos realizar todos os atendimentos que nos foram pedidos", apontou.

O coordenador de Participação Popular, Anderson Morphy, vê o momento como um divisor de águas no atendimento à população que utiliza o transporte público. "Se quisermos uma cidade com um transporte melhor, com qualidade, o princípio disso é a participação. E quando vemos um governo democrático, um governo parceiro que entende que só com participação se conquista o que é melhor para a população, as coisas ficam mais fáceis ainda. Só tenho a agradecer a todos e dizer que hoje se inicia uma nova história dentro do transporte público de Araraquara, porque não só as empresas vão dizer como é o transporte, mas os usuários também poderão dizer como ele deve ser e como a população quer que ele seja", explicou.

A atual presidente do Conselho Municipal dos Usuários do Transporte Coletivo de Araraquara, Claudete Barsaglia Camargo, elogiou a preocupação do governo municipal com a opinião popular. "Como é bom viver em uma cidade que luta pela boa qualidade do transporte coletivo. Isso é raro no Brasil. Quero agradecer a Prefeitura, que impulsiona a participação popular, e dizer que, para muitos que acham que chamar a população para participar facilita para o governo, não é bem assim. É uma ação mais democrática, que complica e dificulta, mas é muito mais favorável para a população. E nós, mulheres, somos quantitativamente quem mais utiliza o transporte coletivo. Nós levamos crianças, somos acompanhantes, cuidadoras, vamos por nós mesmas, então é muito importante as mulheres estarem no conselho, pois também é um lugar especial de luta, uma luta diferenciada dentro do conselho", analisou.

 

Cartões_NovoCard

Comum Vale Transporte Escolar Senior Beneficio

Banner_Vale_Transporte

Banner_NovoCard

Banner_Cat

Banner_HoraBus

Banner_Prefeitura

Banner_SeuOnibus