foto05 Anjos do Trânsito orientam motoristas sobre a faixa de motociclistas 2jul20 Tetê Viviani.jpg

 

A equipe teatral e educacional “Anjos do Trânsito” iniciou, nessa quinta-feira (2), a campanha “Motociclista, no Trânsito Você é o Centro das Atenções”, na Rua São Bento e confluência com a Avenida José Bonifácio, no Centro de Araraquara.

As primeiras intervenções foram realizadas, durante o tempo de espera do semáforo, com faixa educativa, distribuição de folders, abordagem musical e orientações aos motoristas de veículos sobre a nova faixa destinada aos motociclistas junto à faixa de travessia de pedestres e cadeirantes.

Segundo a diretora e produtora do grupo Anjos do Trânsito, Cláudia Galvão, a iniciativa da Coordenadoria de Mobilidade Urbana traz para Araraquara uma norma das grandes capitais do Brasil e também desenvolvida na Europa.

“A reserva de um espaço, à frente dos veículos de quatro rodas, é um cuidado da Mobilidade Urbana e da Prefeitura, que amplia a segurança dos motociclistas. E visa também minimizar os acidentes e alertar para o respeito com a faixa dos motociclistas”, afirmou Galvão.

“Trata-se de um trabalho lúdico com bastante brincadeira para conscientizar os motoristas que a cidade está crescendo e é necessário respeitar as faixas de motociclistas. E também a de pedestres para evitar acidentes”, relatou a atriz Maria Alice Ferreira, integrante do grupo Anjos do Trânsito.

Para o motociclista Elias José, o “Paçoca”, que trabalha no ponto de moto-táxi, ao lado da Igreja Santa Cruz, a nova sinalização necessita de apoio de todos. “A faixa para nós é ótima e tem que ser respeitada pelos motoristas de carros e caminhões. Agora, é preciso expandir a faixa de motos por toda a cidade”, opinou. A campanha prosseguirá nesta sexta-feira (3) na região central da cidade.

Os semáforos de Araraquara acabam de ganhar faixas exclusivas para motos, meio de transporte que mais mata no trânsito.

Duas rodas

A nova sinalização, que consiste num espaço reservado apenas para veículos de duas rodas, está sendo pintada bem no meio dos outros espaços, ou seja,  logo atrás da faixa de pedestre e à frente da área para carros, utilitários, ônibus e caminhões. De acordo com o coordenador de Mobilidade Urbana, Nilson Carneiro, o “objetivo é proteger e reduzir os acidentes, sobretudo de motociclistas, já que as faixas os distanciam e os protegem dos automóveis que esperam a abertura do sinal”. Importantes corredores da cidade já receberam o investimento, mas a intenção é atingir gradualmente todos os cruzamentos.