Última alteração dos valores ocorreu em junho de 2017; pedágio garante manutenção de serviços e segurança aos usuários com investimentos na estrada vicinal
pedagio_bueno.jpg

 

Após 4 anos sem reajustes, os novos valores do pedágio municipal instalado na estrada vicinal Graciano da Ressurreição Affonso, que liga Araraquara ao Distrito de Bueno de Andrade, começarão a vigorar no próximo dia 1º julho, quando todas as praças de pedágio passam por reajuste no Estado.

De acordo com a Coordenadoria Municipal de Mobilidade Urbana, os a última alteração do valor do pedágio ocorreu há 4 anos, sendo necessário este reajuste com base na variação dos índices praticados pelo IGP-M (FGV) no período compreendido entre 1º de junho de 2017 até esta data.

O objetivo é manter a qualidade dos serviços prestados aos usuários da via e novos investimentos na construção de baias, rotatórias, defensas metálicas e sinalização, entre outros.

“Aquele pedágio possibilita investimentos importante na vicinal, incluindo a limpeza da área verde e o recapeamento da pista, o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), com guincho até o limite do município, além da conservação e implantação de sinalização vertical, com pintura de solo e linha de bordo, implantação de faixas refletivas e também a sinalização de acesso a Bueno. O pedágio custeia também, entre outros serviços, o contrato com a empresa de segurança armada 24 horas, o contrato com a empresa de software e hardware que faz o controle do pedágio e o monitoramento de câmeras de segurança, além da operação de radares de controle de velocidade para prevenir acidentes e mortes”, afirma Nilson Carneiro, coordenador de Mobilidade Urbana. “Além disso, a Prefeitura está realizando o projeto de duplicação do trecho que passa no Parque do Planalto, que é uma obra aprovada pelos moradores no Orçamento Participativo e que agora está na parte de drenagem. Em breve, terão início as obras de duplicação, com construção de canteiros central. São melhorias necessárias, de interesse coletivo, que são feitas com esses recursos”, acrescenta ele.

Os valores das tarifas, que começarão a ser praticado no dia 1º de julho, vão variar de R$ 5, para utilitários de passeio, a R$ 35, para caminhões de 7 eixos. A tabela completa será publicada nos Atos Oficiais do Município